“Um abismo chama outro abismo ao ruído das tuas catadupas; todas as tuas ondas e vagas têm passado sobre mim.”   Sl. 42.7

Abismos que chamam outro abismo em nossa vida, são aqueles momentos em que nosso desespero por respostas, ou nosso desejo de conhecer mais do coração de Deus, nos conecta com realidades profundas. Inegavelmente, as profundezas da terra, dos mares e ares carregam mistérios.

Tanto a altura das montanhas, quanto a profundidade dos oceanos, desafiam nossa capacidade de respirar. A alteração da pressão atmosférica oferece risco para nosso organismo, quando não utilizamos equipamentos adequados. Achegar-se a Deus com ousadia, igualmente exigirá de nós preparo e treinamento.

Depois que as tormentas passam, costumamos ter maior clareza do que foi gerado no processo. Durante elas, quando as ondas passam sobre nós, não temos capacidade de avaliar completamente o que o encontro do nosso abismo, com o abismo de Deus, gerou.

A bíblia, não só neste texto, mas em muitos outros, associa nossa fome e sede com a descoberta de aspectos do caráter de Deus, que os não famintos e não sedentos desconhecem.

“Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça porque eles serão fartos.” Mt. 5.6

A fartura prometida para os que buscam saciar-se nEle, é a mesma encontrada nas profundezas do conhecimento dEle. Esta abundância é extravagante, assim como foi o gesto daqueles que reconheceram nEle a fonte de todas as coisas (Mt. 26.7-13).

Esse Deus ilimitado e eterno desperta nossa atenção, instiga-nos a cavocarmos em Sua plenitude. Não existem perguntas sem respostas nEle. Semelhantemente, Sua natureza não coabita com limites de qualquer natureza.

Os impossíveis dos homens são possíveis para Deus. Na cruz Ele levou cativo o cativeiro (Ef. 4.8), venceu a morte e nos abriu um caminho que temos que decidir percorrer. Como todo convite que Ele nos faz, está condicionado ao nosso aceite.

“E a verdade é que Ele revela muito mais sobre si mesmo a determinadas pessoas do que a outras, não porque tenha os seus “favoritos”, mas porque lhe é impossível mostrar-se a alguém cuja mente e caráter lhe sejam inteiramente adversos.” C.S. Lewis

Aproxime seus abismos dos dEle. Eles existem em nossas vidas porque em medida maior existem na dEle. As respostas que Ele deseja dar para nossas perguntas nos deixarão boquiabertos, da mesma maneira que Jó, diante de Sua aparição no meio da miséria em que se encontrava (Jó. 38 e 39).

Grace

Grace Wasem, gaúcha, atuou como secretária no mercado de trabalho por 30 anos. Em 2016 vinculou-se ao FHOP como missionária tempo integral. Sonha ver e contribuir para o treinamento de uma noiva apaixonada que clama: Maranatha!

Deixe uma resposta

×
×

Carrinho

Fechar