Esse é um tema que causa bastante curiosidade ao sermos despertados à vida missionária. Muitas vezes não temos noção de como ou por onde começar. Nem mesmo ideia de qual seria a realidade dessa vida de servir em tempo integral como missionário intercessor. Mas queima em nosso coração um desejo por isso. E no Brasil a denominação de casa de oração ainda é algo muito novo em nosso contexto. A fhop é uma das primeiras no Brasil no modelo harpa e taça.

No entanto, minha intenção ao escrever esse texto é trazer clareza e respostas a respeito da rotina e da vida de um missionário intercessor. Isso pela perspectiva e opinião de alguns missionários que servem em tempo integral aqui na Florianópolis House of Prayer fhop e também sob o meu olhar pelos quatro meses vivendo essa realidade dia a dia.

Papel do missionário intercessor

Vamos partir do entendimento que TODOS somos chamados ao lugar de intercessão; é importante que tenhamos essa convicção. Porém, alguns sãos chamados a isso por tempo integral. Também já sabemos que podemos fazer missões independente da região geográfica que estamos.

Então, missionário intercessor é uma pessoa que doa seus dons, habilidades e recursos para ministrar ao Senhor no lugar de adoração em tempo integral. De maneira a cumprir o primeiro mandamento: amando a Deus com todo o seu ser.  Na fhop, temos missionários intercessores que trabalham no departamento financeiro, que trabalham com ensino, outros com música etc.

Sãos chamados de missionários porque saíram de suas casas, deixando tudo para trás e entregando todo o seu tempo ao ministério. Esse é o termo para quem trabalha na obra em tempo integral. O que os torna diferentes é intercessão. Como  missionários intercessores, seu trabalho é interceder.

E, é no lugar de intercessão que nasceu uma das maiores agências que trabalha contra tráfico humano. Que nascem programas e recursos para alcançar os pobres. É do lugar de intercessão que vemos o Senhor liberando ideias para negócios, para empresas, para mudanças na vida dos cristãos. Deus quer afetar o mundo.

Missões não é evangelização?

Ao caminhar por esse chamado, muitas pessoas perguntam: mas missões não é para evangelizar? Missionário não é aquele que vai cuidar do órfão? Sim, faz sentido. Porém, “nós já estamos fazendo isso, só que começando a partir do lugar de oração. Então, missionário é aquele que é enviado para pregar, carregar, declarar as boas novas. Só que a questão é o declarar das boas novas, pois começa no lugar de oração. Ou deveria”, afirma Ana Duarte, missionária intercessora.

E, ao mesmo tempo, isso seria ministrar ao Senhor. Porque tudo começa adorando a Ele. Tudo começa exaltando a Ele, porque Ele é digno. Na Bíblia, vemos diversos capítulos que nos revelam o que está acontecendo nos céus (Apocalipse 4). Há diversas interações de profetas onde eles descrevem essa mesma estrutura de adoração.

Então, partindo do entendimento de que aquilo que existe no céu também deve existir na terra, “acreditamos que o Senhor está chamando de volta o seu povo, aqueles a quem Ele redimiu, a esse lugar de adoração. E nós somos missionários no quesito de levarmos essas boas novas como nosso trabalho em tempo integral de ministrar ao Senhor, e a partir desse lugar, ministrar à outros”, Ana Duarte.

Você não está desperdiçando sua vida?

Apocalipse 4 nos diz que existem quatro seres viventes, 24 anciãos, e toda uma nuvem de testemunha que 24 horas por dia, durante toda eternidade, diz que Ele é: “Santo, santo, santo o Deus, o Todo-poderoso, que era, que é e que ainda virá”. (Ap. 4:8).

Então por que nós não faríamos isso? Porém, a pergunta normal e outra constante que se ouve ao caminhar em ser um missionário intercessor é: você não está desperdiçando a sua vida? Vai alimentar os órfãos. Porém, há diferentes formas de alcançar todos estes e de trazer a vontade de Deus sobre a terra.

E a partir de Lucas 11 e 18, que Jesus nos ensina a respeito de oração persistente, e de Apocalipse que João nos fala que existem harpas e taças de ouro cheias de incenso, que são todas as orações dos santos, no lugar de governo na frente do torno. “Então nós acreditamos que da mesma forma que Ele governa a terra na sala do trono. Ele também escolhe trazer o governo dele a nós através das nossas orações”, Duarte.

Como Davi

Não é possível abordar, em um único texto, tudo sobre este desse assunto, que é tão rico e extenso. No entanto, oro para Deus traga luz sobre sua mente à respeito de que devemos ter uma vida de dedicação à adorá-lo.

Que sejamos como o rei Davi, que durante a vida, buscou morar na casa do Senhor, para contemplar sua beleza e buscar a orientação de Deus em seu templo. (Sl 27:4). E, assim, na medida que declararmos as Suas verdades, a Sua Palavra, de volta a Ele, Sua justiça venha sobre a terra.

O Senhor está despertando aqueles que levarão as boas novas a partir do lugar de ministrar primeiramente a Ele, em tempo integral. Que Ele fortaleça as Casas de Oração, que Ele tem feito surgir, em toda a nação. 

Durcy Arévalo

Nascida em Mato Grosso, recém-casada, Durcy está vivendo a incrível experiência de dedicar cinco meses exclusivos da sua vida para conhecer a Deus através do Intensivo Fascinação. Tem como foco adquirir um estilo de vida de permanência nas verdades do Senhor e estabelecer o lugar de oração. Durcy carrega um coração voltado a oração e intimidade com o Pai, e um desejo profundo que a vida de oração seja estabelecida em toda Igreja de Cristo. Tem como anseio que essa geração seja cheia do amor e do conhecimento de Deus. Sente da parte do Senhor ser uma voz profética de encorajamento e fé para as pessoas a sua volta.

Deixe uma resposta

×
×

Carrinho

Fechar